criação de infoprodutos: um caderno aberto com uma pessoa escrevendo nele e um computador na frente
Criação de infoprodutos: conheça 7 passos
agosto 21, 2020
aeronave decolando: alavanque o lançamento do seu infoproduto
Infoproduto: como fazer seu lançamento
setembro 3, 2020

Cursos online: Passo a passo para o lançamento

cursos online: na imagem um notebook em cima da mesa com vários cadernos abertos e uma xícara de café

A venda de cursos online pode ser uma ótima oportunidade de renda extra, seja como infoprodutor ou afiliado.

Imagine que você está sentado em uma praia, tomando sol. Seus dedos estão enterrados na areia quente; você está tomando um coco fresco e tudo mais.

Você olha para o seu telefone bem a tempo de ver um flash de notificação na tela; outra pessoa se inscreveu para o seu curso e você acabou de fazer R$150. Enquanto estava de maiô, na praia. Parece uma grande fantasia, e às vezes é mesmo, mas para muitos infoprodutores isso é uma realidade. 

Quer saber como lançar um curso online? Então, veja os tópicos que preparamos para você nesse artigo:

  • Escolha o segmento certo para o seu curso
  • Defina a Estratégia e a plataforma de divulgação
  • Planeje seu conteúdo
  • Crie o conteúdo do seu curso
  • Crie a Landing Page (Página de Vendas) do seu curso
  • Divulgue o seu curso online
  • Faça um Checklist de pré-lançamento
  • O que vem a seguir?

Você não precisa de milhares de reais em equipamentos de computador bem como habilidades de codificação para criar um curso online.

Tudo o que você precisa é de conhecimento, ser um expert no assunto. Além disso, da capacidade de compartilhar esse conhecimento em um formato fácil de entender.

Descubra como tornar seus cursos online prontos para vendas e, o mais importante, rentável. Então, como você cria um curso online de sucesso? Aqui está o que você precisa saber.


1)   Escolha o segmento certo para o seu curso online

Criar um curso online é um pouco como assar um bolo, ou seja, você começa com os ingredientes, mistura bem e acaba com um bolo saboroso.

A questão é que não há um ingrediente mágico; as diferentes partes do seu curso precisam trabalhar juntas para criar magia. Tudo começa com o seu posicionamento perante o seu público e a escolha de como realizar uma transformação relevante e única.

Para isso comece se perguntando:

  • Que perguntas seu público faz com mais frequência? Extraia essas informações de posts nas redes sociais, comentários de blogs, grupos no Facebook e pesquisas que já realizou.
  • Qual a principal luta que os seus clientes/público-alvo travam todos os dias?
  • Qual problema você pode resolver para o seu público, que ninguém ainda sabe como resolver?
  • O que impediria o seu público de comprar o seu infoproduto? E porque?
  • Qual o nível de consciência que o meu público tem para a solução do problema?
  • Tem muita gente no mercado resolvendo o mesmo problema que eu quero resolver, ou serei exclusivo? Se não for, como posso ser exclusivo?

Com essas perguntas você vai conseguir se posicionar no mercado e oferecer algo realmente relevante para o seu público, agora é hora de trabalhar os tópicos do seu curso.

Como trabalhar com os tópicos

Agora, escolha tópicos para que você consiga se aprofundar. Nesta divisão tenha em mente que um curso é dividido em módulos e aulas, sendo as aulas uma subdivisão dos módulos.

Em seguida, você precisa saber se o seu público se importa com esses tópicos e se eles estão dispostos a pagar pelo valor que você quer oferecer, para isso faça pesquisas e avalie o mercado.

Certifique-se de pesquisar o preço de outros cursos online no mesmo campo. Lembre-se, que o mais barato nem sempre é melhor. Isto é, se você for muito barato, as pessoas podem assumir que não oferece valor suficiente. Por outro lado, se for muito caro, você não vende com muita recorrência e pode espantar e perder as vendas. De qualquer maneira, em qualquer uma das opções entregue valor (propósito e transformação verdadeira) sempre, que você nunca sairá perdendo.


2) Defina a Estratégia e a plataforma de divulgação

Agora que você tem o seu tema, é hora de decidir onde seu curso será hospedado. Existem tantas opções, pode ser um pouco esmagador decidir qual formato e plataforma usar.

Mas primeiro, você precisa decidir qual é o seu objetivo: Estou oferecendo um treinamento/mentoria ou apenas um curso rápido, que não precisa de acompanhamento? Você quer ter venda recorrente de um produto de baixo valor, ou você quer fazer treinamento online com eventos presenciais e ficar bem mais próximo do seu público.

Quanto às plataformas de divulgação, escolha as mais consolidadas no mercado, consulte os planos de comissionamento de cada uma, no detalhe, para não ser surpreendido após o lançamento. Além disso, verifique com colegas e infoprodutores quais tem acessibilidade a uma grande variedade de cartões e se são estáveis nas compras por celular. No Brasil, o acesso a internet residencial pelo celular já superou os computadores convencionais e notebooks. isto é, a maioria das interações na internet, e a maioria das vendas acontecem pelo celular.

IMPORTANTE: Nesta etapa, você define a sua estratégia de divulgação e o tipo de lançamento que vai fazer, e existem muitas opções, algumas validadas e outras ainda não.. Sendo assim, antes de sair lançando de qualquer maneira, avalie o que concorrência está fazendo e aproxime de profissionais confiáveis e que tenha cases relevantes de lançamentos, de preferência no seu segmento.


Aproveite e Faça um diagnóstico do seu Infoproduto com a Webgear. É simples e rápido.


Abaixo você pode escolher alguns modelos de engajamento com a sua audiência, e dependendo da estratégia, uns serão mais usados que outros e de forma diferenciadas em cada fase.

Modelos de audiência

  • Sequencia de E-mails: Você pode agendar uma série de e-mails usando software que entrega automaticamente o conteúdo ao longo de várias semanas. Esse formato geralmente é bastante escolhido, pois tudo pode ser automatizado. No entanto, você tem que investir muito tempo adiantado na geração de conteúdo.
  • Lives e Webinarios: isto é, você organiza uma reunião ao vivo para oferecer treinamento. Menos trabalho de preparação, alta escalabilidade e interação ao vivo.
  • Gere muito conteúdo, sempre: Crie artigos no seu blog, faça lives no Facebook e Instagram, crie vídeos no Youtube, seja um creator assíduo de conteúdo. Isso vai impactar a longo prazo na sua autoridade, e você será reconhecido no seu segmento. Entregue valor e transformação em todos os seus canais.
  • MIX: Personalize seu curso com qualquer mistura acima. Ademais, faça uma reunião semanal ao vivo e uma campanha de sequência de e-mail ou hospede um grupo no Facebook, Telegram ou Whatsapp e se relacione com eles.

3) Planeje o conteúdo do seu curso online

Você tem uma ideia planificada e decidiu por uma plataforma de marketing de conteúdo, e agora é hora de sentar e criar o conteúdo. Para muitos criadores de cursos online, este é o aspecto mais avassalador de todo o processo.

Há tantas opções, certo? Você cria downloads, vídeos ou módulos? Se você criar vídeos, você vai falar com uma câmera ou gravar sua tela? Ou uma mistura de ambos? De quanto conteúdo você precisa? Qual é o tempo máximo que devo gravar cada aula?

Respire fundo. A chave para evitar sobrecarga de opções na hora de criar seu conteúdo é se organizar. Desse modo, responda as perguntas abaixo:

  • Qual público Smart (principal) eu quero impactar?
  • Qual a transformação que pretendo causar no meu público?
  • Quantos módulos terá o meu curso?
  • Quantas aulas eu terei em cada módulo do meu curso?
  • As pessoas poderão acessar todo o conteúdo de uma só vez?
  • Você precisa produzir algum conteúdo adicional? Por exemplo, PDFs ou planilhas?

Em seguida, crie um esboço básico para cada semana. Em suma, você pode usar a técnica de storyboard para planejar seu conteúdo para cada semana, e facilitar para você mesmo!


4) Crie o conteúdo dos seus cursos online

Agora vem a parte mais demorada de todas: criar o conteúdo para o seu curso. Portanto, aqui estão algumas dicas e ferramentas para criar o melhor conteúdo, seja você escrevendo ou gravando.

  • Escrevendo conteúdo

Se a ideia de escrever semanas de conteúdo é esmagadora, considere terceirizar parte do trabalho através de um serviço de escrita de conteúdo. Você provavelmente terá que fazer alguma edição, mas fornecer um esboço pode facilitar a reprodução de conteúdo de alta qualidade.

  • Gravar vídeos

Antes de gravar, faça anotações sobre o que você vai dizer. Além disso, faça alguns testes para garantir que você esteja familiarizado com o conteúdo e o fluxo da gravação. Isto é, cronometre o tempo de cada vídeo para garantir que você possa cobrir todo o conteúdo no tempo alocado.

Não assuma que precisa de muita grana para gravar um vídeo. Uma câmera de um bom smartphone pode fazer o trabalho de uma câmera profissional. Mas todo o cuidado é pouco: cuidado com a qualidade do som, luz e posicionamento frente a câmera. Esses são os erros mais comuns em gravações. 

A falta de cuidado na produção e na pós edição. Se puder inclua na edição reforço de palavras importantes para ajudar na fixação do conteúdo. Decerto, um curso mal gravado pode gerar altos índices de devolução (chargeback). Gravações de tela também são ótimas opções para cursos online e existem softwares que podem ajudá-lo a fazer isso facilmente, como OBS, por exemplo.


5) Crie a Landing Page (Página de Vendas) dos seus cursos online

Muitos dizem que você não pode julgar um livro pela capa, mas vamos ser justos: todo mundo o faz. Pense na sua página de vendas como a primeira impressão que a maioria das pessoas terão do seu curso.

Mesmo o melhor curso online do mundo não será vendido com uma péssima página de vendas, portanto, este é o primeiro passo para uma geração de leads online eficaz, e que seja  capaz de vender de forma automática.

Em primeiro lugar, certifique-se de que você está usando o provedor de hospedagem web certo para suas necessidades ao configurar seu site, para que as coisas corram bem nos bastidores.

Em segundo lugar, use uma linguagem clara e direta. Não floreie muito o seu objetivo escondendo a principal transformação e o propósito do seu curso.

Inclua depoimentos de clientes (provas sociais) para estabelecer a confiança e comprovar a sua autoridade no assunto. Por outro lado, se for seu primeiro curso, use depoimentos de clientes com quem trabalhou no passado.

Use um Call To Action claro que informe ao cliente exatamente o que ele receberá quando clicar. Além disso, não use linguagem obtusa como “Saiba mais”, use linguagem direta, como “Inscreva-se agora”.

Se você for usar um formulário em sua página, use apenas para as informações de que você realmente precisa. Peça informações adicionais, por exemplo, como eles descobriram o curso ou o cargo que ocupam, posteriormente. Isto é, formulários mais longos reduzirão as chances de inscrições.


6) Divulgue seus cursos online

Como as pessoas encontrarão seu curso? Você, claro, é brilhante e as pessoas vão ficar clamando para se inscrever no seu curso, certo? Em um mundo perfeito, sim. Mas, na realidade, você precisa apresentar seu curso para as pessoas que precisam dele. Aqui está como fazer exatamente isso.

As melhores técnicas de marketing utilizam uma estratégia para direcionar o máximo de tráfego possível para o seu curso. Portanto, essa pode ser uma das colunas mais importantes do trabalho de marketing (profissional de tráfego). Porque além de direcionar pessoas, elas precisam ser qualificadas para se transformarem em publico pagante, ou alunos efetivos do seu curso online.

Mídias Sociais

Agende postagens nas suas redes sociais para deixar as pessoas empolgadas com seu curso.

Além disso, certifique-se de falar sobre o seu curso em todas as outras plataformas também, como no seu podcast incrível ou suas lives semanais no Facebook.

Conhece influenciadores em seu nicho que têm um seguidor engajado? Dê ao influenciador uma chance, ademais, faça parceria com os principais influenciadores que podem atuar como sua afiliado e trabalhar com você para promover seu curso para o seu público.

Concentre-se nos benefícios do seu curso e como você está animado para ajudar as pessoas. Não apenas encoraje as pessoas a comprar, entregue muito conteúdo relevante antes de pedir para alguém comprar algo. O segredo está na entrega anterior, no aquecimento, e não no dia da venda.

Anúncios

Considere investir em links patrocinados ou mídia paga nas redes sociais para divulgar o seu curso. Além disso, uma última coisa é garantir uma estratégia de remarketing ou público ampliado  com o mesmo perfil do seu público-alvo, caso contrário, você corre o risco de desperdiçar recursos. Cuidado com as campanhas de tráfego no Facebook, se tem uma real proposta onde pessoas podem converter, utilize a estratégia de conversão. 

E-mail

Se você já tem uma lista de e-mail sólida, então você tem uma ótima vantagem. Desse modo, certifique-se de que você deixe-os saber sobre o seu curso. Considere oferecer um pequeno desconto ou incentivo extra para clientes fiéis.


7) Checklist de pré-lançamento de seus cursos online

Construir um curso online é um trabalho de amor. Isto é, você deve estar disposto a lidar com a dúvida que vem junto com a criação de qualquer coisa de valor. Agora que todo o trabalho está feito, é hora de lançar e comercializar seu curso online. Mas primeiro, verifique minuciosamente alguns detalhes uma última vez.

Aqui está um checklist rápido para ter certeza de que você tem tudo coberto:

  • Revise todo o conteúdo escrito;
  • Em seguida, certifique-se de que todo o conteúdo é apoiado na nuvem ou em um disco rígido externo;
  • Verificar o conteúdo é acessível a todos os usuários, por exemplo, mobile e Mac;
  • Verifique o conteúdo de links quebrados;
  • Verifique duas vezes as postagens nas redes sociais.

8) O que vem a seguir?

Envie uma pesquisa pós-curso para feedback. Uma aula ou módulo específico ficou difícil de entender? Há algum tópico sobre o que gostariam mais informações?

O trabalho de empreendedor digital ou vendedor de cursos online, não é algo simples e fácil e muitas vezes você pode demorar anos até realizar um lançamento rentável. Saiba que esse segmento tem muito a prosperar, mas só os mais fortes sobreviverão, as pessoas que realmente tem algo inovador e transformador para vender, ou resolver problemas que ninguém até hoje conseguiu resolver. São vários fatores para o sucesso, mas o principal é esse >> sem propósito e transformação reais e verdadeiros o seu infoproduto pode morrer na praia. Mas não desista, força e fé!

Aproveite e Faça um diagnóstico do seu Infoproduto com a Webgear. É simples e rápido. Boa sorte!






Abrir Chat
Olá, tudo bem? Que bom que está por aqui. Como posso te ajudar?